“é como se conhecêssemos bem o tempo?”

tudo no século XVIII

O século XVIII foi o tempo das transformações. A partir de 1780 muita coisa torna-se parecida com o que pensamos hoje. O risco é que essa familiaridade nos faça esquecer o quanto de diferente aqueles tempos eram dos nossos.

Atente para esta expressão “aqueles tempos”. Até o século XVIII não havia a noção de que os tempos eram diferentes. Até aquela meados dos setecentos, os tempos não possuiam identidades e embora houvesse disputas sobre quem estariam certos em seus modelos, antigos ou modernos, isso não era o mesmo de dizer qus os tempos antigos eram diferentes. Os homens eram sempre os mesmos, e eram repletos de histórias, as quais revelariam suas trajetórias.

Atente novamete para essa outra expressão “repletos de histórias”. Foi no XVIII que se fundiu a noção de que o termo história podia designar tanto os eventos e acontecimentos que transcorrem no mundo, como a própria representação ou relato sobre esses acontecimentos. No nascer daquele século, história é tão somente o relato e não o próprio transcorrer. O impressionante é que não havia sequer uma noção total de história, afinal, como história era só o relato e os relatos eram vários, haviam várias histórias, tudo no plural, nada no singular. Era a história das guerras médicas, da guerra dos trinta anos, dos papas, dos santos, enfim, “de” tudo. Hoje pensamos numa história da humanidade, e eles pensavam nas histórias dos homens.

Percebam agora essa outra expressão “história da humanidade”. Também foi no século XVIII que se passou a pensar que havia um relato para a humanidade, que corresponderia a sequência dos acontecimentos que ocorrem com os homens. Ali eram inventadas as chamadas filosofias da história, pois foi nesse época que as noções de processo, evolução e progresso começaram a ser imaginadas e pensadas e os historiadores e filósofos elaboraram a idéia de haveria um sentido para a história. Foi quando ocorreu uma revolução incrível na qual a história ficou assim mesmo, no singular, “história”, palavra que embora tratasse do coletivo, era sempre no singular. Afinal, a história da França, escrita pelos franceses, tratava do destino da França, como epíteto da história da humanidade.

Finalmente atentem para “escrita pelos franceses”. Foi também no século XVIII que surgiu a noção de ponto de vista como forma de legitmação da história. Até ali não havia a noção de que o ponto de vista era determinante do conhecimento histórico. Os historiadores sempre se preocuparam com a verdade, mas acharam, durante séculos, que verdade e ponto de vista não se misturavam, pois se o relato é verdadeiro, ele não é parcial, portanto não pode haver um “ponto de vista”. No XVIII se elaborou a idéia do ponto de vista (falaremos dele num próximo post) como fundamental para a história e assim deixou claro que havia individualidade na autor do relato, no historiador e no relato que surgia daí.

Hoje se fala em fim das metanarrativas, na nostalgia do passado, na presentificação do passado, no fim da modernidade e no advento da pós-modernidade, pensamos nosso tempo como único e novo, nossa história como singular e diversa, como elaborada a partir de pontos de vista e no final das contas tudo começou no século XVIII.

About these ads

9 Respostas

  1. Bel

    Os três grandes acontecimentos da idade moderna foram: Expansão Marítima, Renascimento cultural e Reforma Protestante!

    fevereiro 28, 2010 às 1:55 am

  2. bom saber que a revolução industrial é uma coisa menor…!

    fevereiro 28, 2010 às 11:12 am

    • Aline

      muito boa essas respostas

      novembro 23, 2010 às 1:13 pm

      • Aline

        tudo no século XVIII

        O século XVIII foi o tempo das transformações. A partir de 1780 muita coisa torna-se parecida com o que pensamos hoje. O risco é que essa familiaridade nos faça esquecer o quanto de diferente aqueles tempos eram dos nossos.Essa parte nós lembra o tempo de criança…kkkk

        novembro 23, 2010 às 1:16 pm

  3. leticia martins ribeiro

    faleu me ajudou bastante so muda um pouco o perfil ta dando medo

    setembro 28, 2011 às 5:34 pm

  4. eu quero fotos

    outubro 24, 2011 às 10:44 pm

  5. valeu isso me ajudou muito,nem tanto, mas ajudou.obrigada mesmo assim.voces podiam colocar mais fotos ne?
    entao ta falou vey.fuuuuui xau uhu veio .kkkkkkkkkkkk

    fevereiro 7, 2012 às 8:40 pm

  6. isso é uma porkaria

    fevereiro 16, 2012 às 3:57 pm

  7. Tadeu Batist

    Adorei o post

    junho 28, 2012 às 2:33 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.